Vamos viajar! Mas e como fica a alimentação nas férias?

Foto Pixabay

Quando pensamos nas férias com as crianças, uma das preocupações que mais nos deixa de cabelo em pé é: Como vou conseguir viajar e oferecer uma comida saudável para o meu bebê? Para responder essa pergunta é importante considerarmos a idade do seu filho e o local onde vocês ficarão hospedados:.

6 MESES ATÉ 1 ANO – Fase da introdução alimentar: Como nesta fase não podemos colocar alguns alimentos na comida do bebê (como no caso do sal, alimentos ultraprocessados e leite de vaca e derivados) precisamos tomar um pouco de cuidado. Mas não podemos esquecer também dos alimentos permitidos e recomendados nesta fase, como: frutas, legumes, verduras e tubérculos. É claro que arroz e feijão sem sal será difícil encontrar. Mas, e uma batata cozida? Ou uma cenourinha? Talvez você não encontre todos os grupos dos alimentos, mas pedir em um restaurante legumes cozidos é fácil, não é? E podemos oferecer também um ovinho ou frango desfiado, sem sal e nem manteiga. Dependendo do lugar eles fazem sim.
Se ficarem hospedados em alguma casa com cozinha, vale a pena cozinhar.
Congelados aguentam voos nacionais curtos, quando bem armazenados em bolsas térmicas e bastante gelo. Resorts ou hotéis grandes tem estrutura para a criançada e um menu especial, porém cuidado com os menus kids pois podem conter tudo o que não é legal para o bebê (ou qualquer pessoa). Ligue antes para o hotel e pergunte da possibilidade de preparem uma comidinha especial para o seu filho. Lembre-se que o principal alimento do bebê nesta fase continua sendo o leite materno, por isso relaxem.

Foto: Pixabay

ACIMA DE 1 ANO – Nesta fase muitos alimentos já são permitidos e aí fica mais fácil. Não precisa levar nada congelado. Se a comida do local for saudável, ótimo!
Se forem viajar para outro estado ou país, não se esqueçam de oferecer as frutas e legumes da região, isso é ótimo para ampliar o paladar da criança.

Dicas para férias tranquilas:

  • Ofereça à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é, também, uma alimentação colorida.
  • Mesmo fora da rotina, estimule o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições.
  • Evite açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadi­nhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida.
  • Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garantir o seu armazenamento e conservação adequados.
  • Deixe sempre à disposição um copo com água potável. A maioria das crianças quando brincam, acabam esquecendo de tomar água. Hidratação é muito importante para a criançada, pois eles podem se desidratarem com facilidade.

Boa viagem!
Um beijo
Nutricionista Tatiana De Vuono
Especialista em alimentação infantil.

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s