Para refletir…

🌱Para refletir…

A Organização Mundial de Saúde (OMS) mudou em 2002 o início da introdução alimentar de 4 para 6 meses de vida. Mas sendo assim, será que a forma de oferecer os alimentos também não deveria ser modificada?

🥕Essa mudança foi uma consequência da recomendação da OMS para estender a amamentação 🤱🏻 exclusiva, mudando assim de 120 dias para 180 dias (ou 6 meses) sem água, chá ou qualquer outro alimento.
Um vitória 🙌🏻💚 para os bebês e famílias.

🍃Aos 6 meses, a maioria das crianças atinge o estágio de desenvolvimento com maturidade fisiológica e neurológica e atenuação do reflexo de protrusão da língua, o que facilita a ingestão de alimentos semissólidos.
As enzimas que fazem a digestão são produzidas em quantidades suficientes, razão que habilita as crianças a receber outros alimentos além do leite materno.
Além disso, a função motora e motora oral já estão aptas a mastigarem e gerenciarem esses alimentos na boca e deglutirem – mas lembrem-se que para isso os bebês precisam de estímulos.

🍌Embora em 2002 tenha tido um considerável debate sobre essa mudança na idade para a alimentação complementar, foi dada surpreendentemente pouca atenção sobre a forma de introduzir esses alimentos.

🍊Tradicionalmente, a alimentação complementar tem sido baseada na exposição graduada a alimentos sólidos com diferentes texturas. Isto significa que a comidinha vai se modificando com o tempo, do purêzinho bem amassado até ficar com a consistência da família.

🧐Mas mesmo com mudanças marcantes no desenvolvimento dos bebês entre 4 e 6 meses de idade as recomendações sobre a consistência e forma de oferecer continuam com poucas ou nenhuma mudança.

🤔Será que os órgãos, sociedades e organizações não precisam repensarmos as suas recomendações? Por exemplo, levar em consideração o ritmo de desenvolvimento da criança nesta fase? Como deixar eles levarem os alimentos até a boca? Ou como a consistência?

Para refletir…

Trechos do artigo: Baby-Led Introduction to Solids: a randomised controlled trial of a baby- led approach to complementary feeding.

estudo

Estamos com o lançamento incrível do Módulo II do curso O Guia Essencial. Esse módulo abordará a alimentação do bebê de 1 a 2 anos. Clique aqui para garantir sua vaga para turma de outubro!

Um beijo 😘
Nutricionista Tatiana De Vuono
Especialista em alimentação infantil.
https://oguiaessencial.eadbox.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s