Semana Mundial do Aleitamento Materno

Agosto dourado (1)

Do dia 1 ao dia 7 de agosto estaremos na Semana Mundial do Aleitamento Materno.

Aproveitamos este tema importantíssimo na saúde da mãe e do bebê e fizemos um post em nosso site com os Benefícios da Amamentação.

 

O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado que existe. Ele atende a todas as necessidades do bebê até os 6 meses de vida e a maioria das suas necessidades nutricionais até 1 ano de idade. Mas, se você quiser amamentar o seu filho por mais de 2 anos de idade, não tem problema nenhum. Quanto maior o tempo de amamentação, maiores os seus benefícios.

Um benefício que eu gosto muito de comentar é o benefício da saúde intestinal e a questão imunológica do bebê. Os bebês que mamam exclusivamente leite materno tem uma microbiota intestinal mais sadia, por todo o contato com diversas espécies de bactérias, que a gente chama de probióticos (nós nutricionistas e também os médicos). Na verdade, os probióticos são apenas bactérias benéficas que podem proporcionar a diminuição de diversos tipos de doenças e, para o bebê, diminui bastante a cólica.

Outra coisa que eu também gosto de comentar é que a fórmula infantil (o leite artificial) não contém probióticos. Então, nenhuma fórmula contém o probiótico, apenas o leite materno.

Um outro benefício que é muito importante para o bebê é a diminuição do índice de obesidade da criança, tanto na infância como também na vida adulta. O bebê, quando mama, está ingerindo apenas o quanto ele precisa. Ele vai mamar o tempo que quiser sem um influenciador de volume que é, no caso, a oferta da mamadeira. Muitas mamães gostam de ver aquela mamadeira seca mas, na verdade, o bebê consegue saber quando ele não quer mais mamar, o momento de parar. Então é importante, se você estiver oferecendo o leite no copo ou na mamadeira, observar estes sinais que o bebê proporciona pra gente, de tentar imitar ao máximo quando o bebê está mamando no peito. Quando ele está satisfeito, ele larga o seio.

Outros benefícios que a amamentação pode proporcionar para o bebê são a diminuição de diversas doenças como Diabetes tipo 1, tipo 2, Otite, Leucemia, Asma, Infecções Respiratórias, Dermatite, Doença Celíaca, Hipertensão, Dislipidemia e aí por diante.

Outra coisa bem legal de ser comentada é que a sucção do seio ajuda também no desenvolvimento da arcada dentária do bebê. E quanto maior o tempo de amamentação do bebê, maiores serão estes benefícios.

Tem um estudo muito importante que foi feito na cidade de Pelotas/RS que descobriu que as crianças que foram amamentadas por mais de um ano tem, na vida adulta, um maior QI, uma maior escolaridade e uma maior renda em comparação aos que foram amamentados por menos de um mês de vida. Então é mais um dado super importante pra gente observar.

O momento da amamentação aumenta muito o vínculo entre a mãe e o filho, o que colabora muito para que os bebês se relacionem melhor com as outras pessoas.

Não só os benefícios para o bebê, mas também é importante a gente comentar os benefícios para a mamãe. Acredito que os maiores benefícios para a mamãe são os menores riscos de cânceres de mama e de ovário. Somente em países desenvolvidos, a gente poderia evitar a cada ano cerca de 50 mil casos de câncer para cada 12 meses de amamentação. Gente, este é um dado muito importante e muito representativo. A gente consegue observar que, não só o leite materno oferece benefícios para o bebê, mas inúmeros benefícios para a mamãe.

Tem um outro estudo que avaliou a relação entre a amamentação e o câncer de ovário. E se descobriu que a gente consegue diminuir em 21% o risco para o câncer de ovário em relação as mães que não amamentaram. Além disso, há a diminuição do sangramento no pós-parto. O útero volta ao tamanho normal mais rápido. Menor risco de obesidade, de doenças cardiovasculares, tendência ao menor risco também de osteoporose e assim por diante.

E, além dos benefícios para o bebê e para a mamãe, a gente tem também outros benefícios que eu não poderia deixar de comentar, também para a sociedade. Há uma redução nos custos do sistema de saúde e família.

Outra coisa que acontece bastante é que a mamãe que amamenta no peito falta menos ao trabalho porque a criança fica menos doente. Olha o que isso pode ocasionar: a mamãe não precisa faltar tanto no trabalho por conta da amamentação, tudo isso o leite pode proporcionar para o filho. Além de ser super sustentável e favorável para o meio-ambiente, outro benefício maravilhoso.

Para finalizar, eu gostaria de dizer que amamentar é muito mais do que nutrir a criança, vai muito além disto. Então, confie no seu leite e amamente!

Um beijo 😘
Nutricionista Tatiana De Vuono
Especialista em alimentação infantil.
http://www.criancabemnutrida.com
oguiaessencial.eadbox.com

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s