“O bê a bá dos leites – 0 até 6 meses

Se o seu bebê está em aleitamento materno é natural que ele não queira saber de mamadeira. E isto é maravilhoso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza que o leite materno deve ser oferecido exclusivamente (ou seja sem qualquer outro tipo de alimento) até os 6 meses de idade e complementar a alimentação até o 2º ano de vida ou mais.

Mas hoje eu não irei falar sobre o aleitamento materno, deixarei esse tema especial para outro momento, hoje irei falar os substitutos do leite materno as chamadas fórmulas lácteas!!!

As fórmulas lácteas nada mais é que leite de vaca modificado. A indústria tenta de todas as maneiras deixar essas fórmulas o mais parecido com o leite materno. Mesmo sabendo que estão bem longe nesta disputa, existem fórmulas no mercado de confiança para oferecer ao seu bebê quando não é possível a amamentação.

 

jjjj

 

Existem vários tipos de fórmulas lácteas:
– Partida: 0 até 6 meses
– Seguimento: 6 meses até 1 ano (em alguns casos podendo ser estendidos até 2 anos).
– Fórmula especiais : AR (anti refluxo) , HA (hipoalergênicas), Sem lactose, Proteína extensamente hidrolisada (para alergia a proteína do leite de vaca) , Soja e etc.

É um mercado que envolve bilhões de reais no mundo e muda constantemente. Por isto temos que ficar sempre de olho nos rótulos.
Como esse tema é bem extenso irei hoje falar somente sobre as fórmulas de partida, ou seja, entre 0 até 6 meses.
O bebê entre 0 até 6 meses precisa ser amamentando exclusivamente ao seio materno sem nenhum outro tipo de alimento (nem água) isto também vale para os bebês que utilizam as fórmulas lácteas (não oferecer nenhum outro tipo de alimento a não ser a fórmula).

Devemos tomar alguns cuidados em relação à preparação deste tipo de fórmula. Isto é muito importante para a saúde do seu filho.

FREQUÊNCIA DAS MAMADAS

Assim como com a amamentação a maior parte dos especialistas acredita que não deve haver um cronograma rígido nas primeiras semanas, embora que, em um ou dois meses, às vezes já seja possível estabelecer algum tipo de rotina.
No início, ofereça a mamadeira a cada duas ou três horas, ou quando parecer que o bebê está com fome.

 

SEMPRE PREPARE Á DILUIÇÃO CORRETA DA FÓRMULA.
Você pode estar diluindo ou concentrando demais, podendo causar uma sobrecarga renal (pelo excesso de minerais da fórmula) por isso siga a risca como manda a embalagem.
Somente o nutricionista ou pediatra poderá modificar a concentração deste leite.

MODO DE PREPAROssssll
1º Lave as mãos, a mamadeira, o bico e o anel até remover todos os resíduos do leite. Ferva os utensílios durante 5 minutos. Conserve-os tampados até o momento de usa-los.
2° Ferva a água potável durante 5 minutos e deixe resfriar por cerca de 15 minutos. O uso de água e mamadeira não fervidas pode provocar danos á saúde do seu bebê.
3º Coloque na mamadeira esterilizada 30 ml de água morna previamente fervida para cada 1 medida nivelada (salvo da marca Similac onde é 1 medida pra 40 ml de água). Sempre coloque primeiro a água depois o pó pois você poderá concentrar demais as fórmulas levando a uma sobrecarga renal.
5º Feche a mamadeira e agite-a até que o pó se dissolva completamente.
6º Verifique a temperatura do produto no punho antes de oferecer a criança a fim de evitar queimaduras.

DICAS

– O CONSUMO DA FÓRMULA DEVE SER IMEDIATO APÓS O PREPARO. Quando necessário o preparo do produto com antecedência, o mesmo deve ser mantido sob-refrigeração, por no máximo 12 horas.
– Sobras não deverão ser utilizadas e sim descartadas.
– Nunca ferva a fórmula as vitaminas e minerais são sensíveis a altas temperaturas.
– Feche a lata após o uso e verifique sempre a validade da lata.
– Você pode comprar um esterilizador de mamadeiras para microondas (que custa entre R$ 50 e R$ 150) ou simplesmente ferver as partes em uma panela grande com água por, pelo menos, 10 minutos. Destine uma panela exclusivamente para esse fim.

 

sssii

 

Aqui estão algumas fórmulas lácteas do mercado entre 0 até 6 meses.
Temos que lembrar que as composições das fórmulas estão sempre mudando, por isso temos que ficar de olho no rótulo.

 

ssss

 

Energia: Oferecem entrem 67 até 70 calorias em 100 ml (igual ao leite materno)
Proteínas: Proveniente do leite de vaca, com uma relação de caseína e proteína do soro do leite igual ao leite materno.
Carboidrato: A maioria é 100% lactose igual ao leite materno.
Gorduras: Proveniente do óleo de vegetais e porcentagem mínima de gordura láctea (1 até 2 %).

Algumas fórmulas existe quantidades de  DHA e ARA que favorece o desenvolvimento mental do bebê (o leite materno contem as quantidades ideais de DHA) outras com Prebióticos (altera a microbiota intestinal de maneira favorável a saúde do hospedeiro).

Temos que pensar que as fórmulas lácteas sempre tentam imitar o leite materno e que as novidades do mercado jamais irão suprir a importância de oferecer o leite da mãe.

Se vocês gostaram compartilhem no Facebook.
Estou á disposição para qualquer dúvida.

Um beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s